<BODY>

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

NEM SEMPRE SABEMOS APRECIAR TUDO QUE TEMOS!

OLÁ BELEZINHAS!!!!

MUITO OBRIGADA PELOS COMENTS. VOCÊS SEMPRE ME DANDO UMA SUPER FORÇA, NÉ? Isso me ajuda demaaiiisss, pois tem momentos em que não dou valor nas coisas que faço para o meu emagrecimento, pois continuo achando que estou gordinha, então, com vocês me abrindo os olhos eu fico mais feliz comigo

Aliás, felicidade é o que resume esses dias. Está tudo bem, com a família, com o trabalho, com a dieta, com a malhação......ai,,,tãããõoooo boooommmmm,né gente?!

Então meninas, ontem –quarta- eu acabei tendo que desmarcar minha nutri, pois tive uma reunião bem no horário da consulta, então essa semana fiquei para encaixe. Ai meu pai do céu, hehe, tomara que ela tenha um horário para me atender, senão vou ficar sem carboidrato até quinta da semana que vem que é quando será minha próxima consulta? Buééééé....não que eu não queira fazer mais 1 semana sem carboidratos. Faço na boa, mesmo porque já me adaptei, mas só não sei se é bom, porque tenho receio de estar perdendo músculo e isso não quero de jeito nenhum!!!! Deus me livre! Pois os 5,100 kgs conquistados de músculos eu não quero perder de jeito nenhum! Só quero aumentar esse nível. E eu sei que carboidrato faz parte para a formação de músculos. E depois quando eu voltar a comer carboidratos, eu não quero adquirir as gramas que perdi durante essa semana sem carboidratos. Por isso bom senso é sempre imprescindível numa reeducação alimentar, pois pra mim de nada adianta ficar semanas sem comer carboidrato e quando voltar adquirir o que perdi. Porque com na minha RA eu só venho emagrecendo, até no mês de dezembro que cometi vááááárias jacadas eu não engordei nem 100 gramas. Então espero ir na nutri ainda essa semana. Depois conto.

Fui na academia segunda, terça e quarta. Segunda e quarta fiz esteira e terça fiz musculação. Na quarta consegui correr a 8,7 kms o meu máximo até hoje de velocidade e nem estava tão rápido como parece. É que nos primeiros 20 minutos eu vou correndo e andando rapidamente até meu corpo esquentar, e depois eu só corro! Iirrruuuuuuuuu.....bom demais!

Um pensamento que eu tenho em relação à vida é o seguinte: A primeira coisa é adaptar-se à vida que você tem. Não adianta achar, sonhar que devia ser diferente, que podia ser de outro jeito. É preciso procurar melhorar o máximo dentro daquilo que você tem, daquilo que você é. Isso não significa nem fazer esforços exagerados nem ficar lamentando o tempo todo que isso ou aquilo não é possível. Eu, por exemplo, não fico parada. O segundo ponto é ter uma boa saúde (a melhor que você pode ter) para tentar manter o equilíbrio (esse também o melhor que conseguir). Para isso é preciso não exagerar em nada, não freqüentar ambientes complicados, com pessoas complicadas. Procurar conviver com pessoas equilibradas é essencial. Viver com pessoas desequilibradas é cansativo, desgastante, contamina. Também tento aceitar o que acontece: se estiver num período bom, procuro aproveita-lo ao máximo; num período ruim, procuro me esforçar para sair bem dele. Outro grande raciocínio para se viver bem é: posso até estar numa situação difícil, mas tem muita gente que está pior. Olhar ao redor é preciso. Nem sempre sabemos apreciar tudo o que temos. Ah, sim: ter um pouquinho de sorte também ajuda bastante. Esse pensamento tem muito a ver com o livro "Pollyana Moça", livro que todas as meninas da minha época liam. A Pollyana sempre via algo de bom na vida dela, mesmo estando em momentos de amargura, tendo apenas água e pão naquele momento. Esse livro faz parte do meu pensamento, e é um dos livros que guardei comigo. Adoro ele!

Não deu tempo de responder a todos os coments, mas logo, logo chego na casinha de vocês, tá?

Beijos carinhosos e.....

DEVAGAR E SEMPRE!

:: Por: Andreia às 12:19 AM::
[ haloscan:  ]
[ 2 Comentários: deixe seu comentário ]