<BODY>

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Ando querendo melhorar em tudo!

Helooooooo.

Saudades de vocês, hehehehe.

Então, na terça RA ok, apenas não malhei, pois trabalhei de manhã e a tarde e a noite eu saí.

Mas pelo menos a RA tá certinha. Gente de Deus, eu fico tão agoniada quando não malho um dia. Ai,ai. Minha cabeça roda. Hahahaha.

Hoje fiz minha 1ª sessão de endodermia e eu falava pra mulher aumentar o nível da máquina e ela falou que tem que começar devagar, senão pode me machucar, hehehe. Doida eu, né? Mas ela fez nos pneus e gordura (eca!) no final da lombar. Esses “trem” vão sair de mim é agora! Agora à noite sinto uma leve dor nos pneus, e é pra doer mesmo! Vai sair de mim!!!!! E durante esse tratamento eu tenho que tomar água atéééé e isso eu já faço, né? E vou tomar mais ainda!

Ontem coloquei uma calça jeans n° 40 (sem strech) que só me serve quando estou mais magra, ela ficou normal em mim, nem larga e nem apertada. Maaasss como eu quero sempre mais, quero que ela fique é larguinha mesmo.

E pra isso estou fazendo minha parte. Eu estou fazendo minha RA, e não estou comendo de 3 em 3 hs não. Tá, vocês podem falar que isso não é certo, mas percebi que se eu ficasse nessa de comer de 3 em 3 hs, parece que eu não paro de ter fome. Credo, eu tinha que dar um basta nisso! Por isso estou gostando de estar conseguindo passar fome, de aceitar a fome, de tolerar a fome, porque eu não sei pra vocês, mas pra mim sentir fome (mas falo aqui da fome física de verdade) era agoniante e eu tinha que comer logo. Mas agora não. Eu parei pra pensar e como não estou em guerra, como tenho acesso á comida sempre, eu não preciso me desesperar quando a fome chega. Então, estou suportando sentir fome e isso tem me feito super bem.

E estou passando fome por 2 motivos: 1° pra emagrecer, claro! E 2° pra diminuir meu estômago.

E não é porque eu como pouco não meninas. É porque eu era gulosa, estômago de avestruz, uma “zoião”, como diz a Andréa Aoki. Morro de rir quando leio isso no blog dela. Então ou eu passo fome ou eu passo fome, tem sido assim e será assim por muito tempo, até eu ficar magra de verdade.

E como quero emagrecer, tenho que fazer um sacrifício sim! Odeio ter banhas, isso me deixa tão mal que passar fome nem chega a ser tão ruim assim.

Outro dia meu cunhado veio me falar que eu não devo passar fome, que ele não passa. Ele tá fazendo RA com minha priminha que é nutri. Mas daí eu falei pra ele: vc é homem, homem tem muito mais músculos que mulher e isso ajuda no emagrecimento, homem emagrece muito mais rápido que mulher, vc tem mais quilos pra perder do que eu, no início perde-se muito mais rápido do que depois de anos, como eu. Daí ele não falou mais nada. Mas não falei brigando não, falei explicando mesmo. Daí ele me entendeu.

Porque eu sou uma pessoa que eu não fico me lamentando na mesa, porque todos estão comendo bolo, sorvete e eu não. Eu sou a pessoa mais na minha que vcs podem imaginar. Eu pego minhas comidinhas, como e não fico alardeando pros outros. Os outros é que ficam de olho em mim, hehehe.

Conclusão: cada organismo é único e diferente do outro, ainda mais no que diz respeito a metabolismo, histórico corporal, peso atual, atividade que cada um faz. Então eu não faço o que as outras meninas fazem e nem posso fazer, senão ia pesar 120 kgs. Falei isso hoje pra minha irmã. Ela come chocolas todos os dias e fica falando que eu me privo demais, daí me sentei com ela e falei seriamente.

Falei que meu organismo é totalmente diferente do dela, que eu já fui bem gorda e ela não, que eu só me sinto bem magra, que esse sacrifício que ela diz que eu faço, pra mim é uma vitória, me sinto a mais realizada de todas, sinto que tenho força, que sou capaz, que sou vitoriosa e isso só me faz bem.

Pra mim não é sacrifico ficar magra, mas sim uma vitória, como se eu conseguisse uma medalha de ouro.

Porque pra matar minha fome, preciso comer alimentos saudáveis somente e pronto. Claro que uma vez ou outra vou comer alguma guloseima, mas eu disse uma vez ou outra.

Estou falando isso porque na vida de vocês, vocês também encontrarão pessoas que vão falar que não precisam emagrecer. Cada um, cada um. Mas se a própria pessoa quer, ninguém segura!

Mas querer enfiar na minha cabeça que eu não preciso me privar do jeito que eu faço, aí é querer me irritar, né? Por que quem mais me conhece além de mim nesse mundo? Ninguém, né? Então eu passo fome sim, passo vontade sim, me privo sim, porque pra ficar magra não é comendo que eu vou conseguir, né, não?

Como eu já disse, eu não fico falando pras pessoas o que elas devem comer, cada um come o que quer, então, conclui-se que: as outras pessoas também não devem falar o que eu devo comer, né? Por favor!

Eu já falei isso aqui, passem 1 semana com uma mulher magra pra vocês verem, ela não come naaooooo. É simplesmente raríssimo a mulher que come de tudo e não engorda. Isso deve ser 1% da população. E olhe lá. Até criança que come muito engorda muito.

Bom, todas essas conclusões são minhas, constatados ao longo dos 5 anos em que faço RA.

Michelli Correa: Obrigada por estar sempre presente no meu cantinho e com tanto carinho. Venha sempre.Beijos.

Beijos e DEVAGAR E SEMPRE!

:: Por: Andreia às 11:56 PM::
[ haloscan:  ]
[ 3 Comentários: deixe seu comentário ]